pt
Newsletter

Materiais de apoio ao ensino da leitura, de acesso livre e gratuito, para pais, professores e todos os que se interessem pelo tema.

Soraia Araújo

Soraia Araújo é doutoranda em Psicologia Aplicada, na Escola de Psicologia da Universidade do Minho. Licenciou-se em Psicologia, em 2018, na Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro, e concluiu o Mestrado em Psicologia Aplicada, em 2020, na Universidade do Minho.

Integra o Grupo de Investigação em Problemas de Aprendizagem e de Comportamento, do Centro de Investigação em Psicologia da Universidade do Minho, desde 2019, aquando da realização da sua dissertação de mestrado, intitulada “Formação Contínua de Professores: Necessidades, Participação e Barreiras”. No mesmo grupo de investigação, encontra-se a desenvolver a sua tese de doutoramento sobre as dificuldades de aprendizagem inicial da leitura. Integra, ainda, o Programa AaZ – Ler Melhor, Saber Mais, onde colabora, essencialmente, na escrita de textos de apoio sobre o ensino da leitura, dirigidos a professores do 1.º Ciclo do Ensino Básico.

Os seus interesses de investigação centram-se na área da Psicologia e da Educação. Especificamente, ensino da leitura e escrita, dificuldades de aprendizagem, perturbações do neurodesenvolvimento, métodos de ensino e formação de professores.

saber mais
Além dos primeiros anos de escola: uma perspectiva longitudinal sobre a interacção entre fluência de leitura, capacidades linguísticas e estratégias metacognitivas
Leitura

Além dos primeiros anos de escola: uma perspectiva longitudinal sobre a interacção entre fluência de leitura, capacidades linguísticas e estratégias metacognitivas

A fluência de leitura, as capacidades linguísticas e as estratégias metacognitivas predizem a capacidade de compreensão leitora. O estudo da direccionalidade da relação entre estas capacidades constitui, por isso, um importante objectivo de investigação. Num estudo realizado com alunos portugueses do ensino básico, Rodrigues, Ribeiro e Cadime (2023) analisaram a relação longitudinal entre fluência de leitura, vocabulário, compreensão da leitura, compreensão oral e uso de estratégias específicas de leitura. Globalmente, conclui-se que a fluência de leitura, a compreensão oral e o vocabulário predizem a compreensão da leitura, e que a compreensão da leitura influencia, por sua vez, a compreensão oral e o vocabulário. O estudo, intitulado «Reading, linguistic, and metacognitive skills: Are they reciprocally related past the first school years?», foi publicado na revista Reading and Writing.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
A importância do conhecimento lexical na leitura e escrita: um estudo sobre estratégias de intervenção com crianças do 2.º ano de escolaridade
Vocabulário

A importância do conhecimento lexical na leitura e escrita: um estudo sobre estratégias de intervenção com crianças do 2.º ano de escolaridade

A investigação tem indicado que o conhecimento lexical exerce uma influência significativa na competência de leitura e escrita. A aplicação deste dado científico desempenha um papel fundamental no desenvolvimento de estratégias de ensino eficazes. Neste sentido, Incognito e Bigozzi (2023) analisaram a eficácia de um conjunto de estratégias de intervenção em sala de aula para o desenvolvimento do conhecimento lexical de alunos do 2.º ano de escolaridade. Os resultados obtidos revelam benefícios significativos do treino lexical para a promoção da precisão da leitura e da escrita. O estudo, intitulado «Influence of lexical development on reading and spelling skills: Effects of enhancement on second-grade children in primary school», foi publicado na revista Children.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
O desenvolvimento da literacia em idade pré-escolar: como motivar e envolver as crianças em actividades de escrita
Literacia Emergente

O desenvolvimento da literacia em idade pré-escolar: como motivar e envolver as crianças em actividades de escrita

O desenvolvimento da literacia é um processo contínuo, que tem início ainda antes da aprendizagem formal da leitura e escrita. Quando os adultos incentivam as crianças mais pequenas a escrever, oferecem-lhes diversas oportunidades para promover e expandir o desenvolvimento da literacia emergente. Levanta-se, porém, uma questão: como fazê-lo? Karole-Ann Friddle e Gay Ivey procuraram responder a esta questão no artigo «Motivate and engage our youngest writers», publicado em 2023, na revista The Reading Teacher. De forma a tornar os conteúdos mais acessíveis, este artigo foi desdobrado em duas partes. O presente texto corresponde à primeira parte, abordando conhecimentos-chave para os educadores motivarem e envolverem as crianças em actividades de escrita.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
Despertar a magia da leitura: um guia para professores na promoção do envolvimento dos alunos na aprendizagem da leitura
Promoção da Leitura

Despertar a magia da leitura: um guia para professores na promoção do envolvimento dos alunos na aprendizagem da leitura

O ensino da leitura não se esgota na transmissão das regras de descodificação da linguagem escrita, mas implica a interacção professor-aluno para despertar a curiosidade dos alunos para a leitura. No entanto, esta tarefa pode revelar-se bastante desafiadora. Neste sentido, Lindström e Roberts (2023), no artigo «Preparing teachers to facilitate engagement in reading intervention through embedded behavioral supports», propõem um conjunto de estratégias pedagógicas para apoiar professores e formadores de professores na promoção do envolvimento dos alunos na aprendizagem da leitura.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
Aprender a brincar: serão os brinquedos de relaxamento uma ferramenta de apoio à aprendizagem ou uma distração?
Ensino

Aprender a brincar: serão os brinquedos de relaxamento uma ferramenta de apoio à aprendizagem ou uma distração?

Aprender pelo brincar pode constituir uma estratégia pedagógica eficaz. É possível que os professores deparem, cada vez mais, com os designados «brinquedos de relaxamento» (no original, fidget toys). Afinal de contas, atualmente é frequente ouvir comentários como: «Ofereci-lhe aquele brinquedo para ver se ele/a fica menos irrequieto/a.» Embora os brinquedos de relaxamento sejam comercializados como promotores da atenção, de um comportamento adequado e, consequentemente, da aprendizagem, a sua eficácia carece de uma base científica sólida. No artigo «Evaluating the evidence for fidget toys in the classroom», Kriescher e Hulac (2023) discutem o efeito destes brinquedos na aprendizagem nos primeiros anos de escolaridade.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
«Tenho alunos com dificuldades de leitura. E agora?» Estruturação de uma aula de apoio à aprendizagem da leitura
Dificuldades de Leitura

«Tenho alunos com dificuldades de leitura. E agora?» Estruturação de uma aula de apoio à aprendizagem da leitura

O presente texto completa o tópico iniciado no artigo «''Tenho alunos com dificuldades de leitura. E agora?'' Conhecimentos-chave para intervir eficazmente nas dificuldades de leitura». Nesta segunda parte, aborda-se especificamente a estrutura de uma aula de apoio à aprendizagem da leitura.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
«Tenho alunos com dificuldades de leitura. E agora?» Conhecimentos-chave para intervir eficazmente nas dificuldades de leitura
Dificuldades de Leitura

«Tenho alunos com dificuldades de leitura. E agora?» Conhecimentos-chave para intervir eficazmente nas dificuldades de leitura

«Sou professor(a). Tenho alunos com dificuldades de leitura. Estou consciente da importância de intervir o mais precocemente possível. Estou consciente, também, de que devo fazê-lo a partir de métodos de intervenção eficazes. Porém, não tive a formação necessária para saber exactamente como intervir. O que devo fazer?». Para apoiar professores e formadores de professores nesta questão, Lane et al. escreveram o artigo «Phonics 101: Preparing teachers to provide effective intervention in word reading skills», publicado em 2023 na revista Intervention in School and Clinic. De forma a tornar os conteúdos mais acessíveis, este artigo foi desdobrado em dois. O presente texto corresponde à primeira parte, abordando os conhecimentos-chave necessários para os professores intervirem eficazmente nas dificuldades de leitura.

Célia Oliveira
Soraia Araújo
Estimular discussões temáticas a partir da leitura: métodos de seleção de livros ilustrados
Promoção da Leitura

Estimular discussões temáticas a partir da leitura: métodos de seleção de livros ilustrados

A leitura assume, inegavelmente, um papel fundamental no desenvolvimento cognitivo, emocional e social das crianças. A partir da leitura, os adultos podem abordar diversas questões sociais, essenciais ao desenvolvimento de sentimentos de empatia e justiça social. Paul Ricks, Terrell Young e Sara Koford sugerem, no artigo «Methods for selecting paired picturebooks for critical conversations», publicado em 2023 na revista The Reading Teacher, métodos de seleção de livros ilustrados, potencialmente benéficos para estimular discussões temáticas com as crianças.

João Lopes
Soraia Araújo
Vocabulário: Sabia que quando estabelecem relações pessoais com as palavras, as crianças aprendem mais?
Vocabulário

Vocabulário: Sabia que quando estabelecem relações pessoais com as palavras, as crianças aprendem mais?

De acordo com a literatura, estabelecer relações pessoais com as palavras pode aumentar significativamente a aprendizagem de vocabulário. Porquê? Como fazê-lo? Sabina Neugebauer, Emmaline Ellis e Michael Coyne respondem a estas questões no artigo «Making personal connections to words to increase early childhood vocabulary learning», publicado em 2021 na revista The Reading Teacher.

João Lopes
Soraia Araújo
Integrar a instrução de vocabulário no ensino do conhecimento ortográfico
Escrita

Integrar a instrução de vocabulário no ensino do conhecimento ortográfico

Se questionarmos qual é o principal objectivo dos professores, certamente todos responderão: ensinar. No entanto, gerir o tempo de ensino não é uma tarefa simples, podendo tornar-se particularmente trabalhosa e cansativa.Num artigo publicado em 2022 na revista The Reading Teacher, Kathy Ganske e Mia Heller descrevem de que forma os professores podem ensinar vocabulário e conhecimento ortográfico em simultâneo. Este artigo pode ser uma ajuda muito importante para os professores melhorarem a aprendizagem dos alunos e alcançarem uma gestão mais eficaz do tempo de ensino.

João Lopes
Soraia Araújo
O papel do ensino dos pronomes na compreensão da leitura
Compreensão da Leitura

O papel do ensino dos pronomes na compreensão da leitura

Para os leitores proficientes, compreender a função dos pronomes constitui, à partida, uma tarefa simples. Porém, o mesmo não se aplica aos leitores menos proficientes, com dificuldades de leitura ou que ainda não tiveram oportunidade de a aprender, como é o caso das crianças que iniciaram a escolaridade há pouco tempo. Que desafios enfrentam estes leitores quando deparam com pronomes? Como os ajudar? Lois Letchford e Timothy Rasinski discutem estas questões no artigo «Moving beyond decoding: Teaching pronoun resolution to develop reading comprehension», publicado em 2021 na revista The Reading Teacher.

João Lopes
Soraia Araújo
Como aumentar a compreensão da leitura de alunos de língua não materna
Compreensão da Leitura

Como aumentar a compreensão da leitura de alunos de língua não materna

Ensinar alunos de língua não materna a compreender o que lêem pode constituir uma tarefa particularmente laboriosa. Os professores podem utilizar, durante o ensino da leitura, a língua materna de um aluno se este não dominar a língua de instrução? Como utilizar a língua de origem para aumentar a compreensão da leitura e, não menos importante, o empenho dos alunos multilingues? Deborah Howard responde a estas questões no artigo «Empowering reading with home language texts», publicado em 2022 na revista The Reading Teacher.

João Lopes
Soraia Araújo

Receba as nossas novidades e alertas

Acompanhe todas as novidades.
Subscrever