As cookies são importantes para o correto funcionamento deste site e são usadas para melhorar a sua experiência. Clique em OK para as aceitar e avançar ou consulte a nossa política de privacidade para ver a descrição detalhada do tipo de cookies que usamos.

OK
pt en

O programa AaZ – Ler Melhor, Saber Mais foi criado para apoiar alunos dos dois primeiros anos de escolaridade que apresentam dificuldades na aprendizagem da leitura e da escrita. Como prolongamento deste programa, e tendo em conta as valiosas ofertas, já existentes, de leituras de histórias, a Iniciativa Educação decidiu criar uma nova oferta: vídeos de prática de leitura, em que as palavras vão sendo realçadas à medida que vão sendo lidas. 

Ouvir ler constitui uma importante forma de desenvolver o vocabulário, de perceber a sintaxe que pontua a fala e de apreciar a expressividade que pode ser colocada na leitura de um texto. Não por acaso, a tradição da leitura de textos, incluindo a modalidade em que adultos leem para adultos, teve e tem uma importante presença em determinadas culturas, fortalecendo laços e sentimentos comunitários. Grandes declamadores, como João Villaret ou Mário Viegas, deram vida a Pessoa, Camões, Régio, Gomes Leal e tantos outros, e, com isso, despertaram em muitos portugueses o interesse pelas suas vidas e obras. Ouvir ler e ao mesmo tempo ler é uma atividade duplamente enriquecedora para os jovens nos primeiros anos de escolaridade.

A escolha das histórias 

As histórias que integram este projeto foram escolhidas a partir de uma seleção feita pelo Plano Nacional de Leitura (PNL), com cuja colaboração contamos. Nesta primeira fase, foram assinaladas obras que se adequam às idades dos alunos que frequentam o 1.º e 2.º anos de escolaridade. 

Muitas das histórias são lidas pelos seus próprios autores. Contam-se entre os escritores envolvidos nomes como Alice Vieira, Luísa Ducla Soares, Isabel Alçada ou José Fanha.

Um grupo de especialistas nas áreas da literatura infantil acompanha este projecto, seleccionando os textos finais, enriquecendo as sugestões e aconselhando a execução dos vídeos. As especialistas, que aceitaram colaborar de forma voluntária, são Gabriela Velasquez, Violante F. Magalhães, Sara de Almeida Leite, Luísa Araújo e Rosária Rodrigues.

Gabriela Velasquez. Curso do Magistério Primário do Porto (1978). Diploma de Ensino Superior Especializado em Apoio Educativo na Escola Superior de Educação de Santa Maria (1997). Mestrado em Formação Psicológica de Professores (2002), Doutoramento em Educação, na área de Psicologia de Educação (2009), na Universidade do Minho. Professora convidada na licenciatura em Educação Básica e nos Mestrados de Educação Infantil e de 1.º Ciclo na Escola Superior de Educação de Santa Maria (2010-2015). Docente do 1.º ciclo e Coordenadora de Estabelecimento na Escola Básica de S. João da Foz, Agrupamento de Escolas Garcia de Orta, no Porto (2006-…).

Violante F. Magalhães, doutorada em Estudos Literários pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, é equiparada a Professora Coordenadora na Escola Superior de Educação João de Deus, em Lisboa. Tem publicações, em volumes e dispersa, sobre Leitura, Literatura Infanto-Juvenil, Literatura Portuguesa, Didáctica do Português e da Literatura Infantil. É vice-presidente da Associação Portuguesa de Críticos Literários.

Sara de Almeida Leite é professora no Instituto Superior de Educação e Ciências (ISEC), em Lisboa, onde também coordena a pós-graduação Arte de Contar Estórias. Desde 2008 que tem publicado livros e artigos sobre o bom uso da língua e sobre o ensino da literatura. Já ilustrou obras de literatura infantil e trabalhou como tradutora. É doutorada em Estudos Portugueses, na especialidade de Ensino do Português, e fez toda a sua formação académica na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde se estreou como professora em 1995.

Luísa Araújo é doutorada em Educação pela Universidade de Delaware, onde estudou o bilinguismo e o ensino de uma língua materna e de uma segunda língua. É autora de diversas obras de investigação sobre didática do ensino da língua Portuguesa e de línguas estrangeiras. Foi professora nos Estados Unidos, tanto no ensino básico como no universitário, e investigadora no Joint Research Centre da Comissão Europeia, onde desenvolveu trabalho no âmbito das políticas europeias sobre educação. É professora coordenadora no Instituto Superior de Educação e Ciências (ISEC).

Rosária Rodrigues Correia. É professora do 1.º Ciclo do Ensino Básico, Mestre em Educação, variante Supervisão Pedagógica.
Professora no Agrupamento de Escolas de Porto de Mós; Formadora na área da Língua Portuguesa; Coordenadora de Ano; Coordenadora de vários projetos, nomeadamente de uma das Academias do Conhecimento da Gulbenkian; autora e coautora de vários artigos e capítulos; tendo ainda participado em vários encontros nacionais e internacionais com apresentações na área da leitura e/ou da sua avaliação. Foi ainda professora convidada do Instituto Superior de Educação e Ciências (ISEC), em Lisboa.

Além das especialistas que deram o seu contributo para a seleção das histórias, a Iniciativa Educação contou com a colaboração de várias editoras, cuja generosidade, na cedência dos direitos de publicação, se agradece. Um último agradecimento para os autores que se disponibilizaram para gravar a leitura das histórias. 

Como devem ser vistas as histórias

O objetivo das «Histórias de AaZ» é que as crianças possam ler enquanto ouvem. As palavras vão sendo realçadas à medida que são lidas. As crianças podem, assim, relacionar a palavra falada, com a palavra escrita. Depois da leitura, a história volta a passar, desta feita sem som, para que possa ser lida. autonomamente. por cada uma das crianças. em sua casa. A cadência da leitura foi pensada para crianças que estão a aprender a ler. Se, mesmo assim, lhe parecer que o ritmo não é adequado, pode alterar a velocidade, nas definições do vídeo (a roda dentada no canto inferior direito). 

A Iniciativa Educação pretende, com a disponibilização da leitura de textos na sua plataforma, que as crianças, com ou sem problemas da leitura, possam deleitar-se com os textos, acompanhar a audição dos mesmos com a sua própria leitura, treinar a leitura autonomamente e assim descobrir mundos para além do seu mundo. 

Os nossos parceiros:

Receba as nossas novidades e alertas

Acompanhe todas as novidades. Subscrever