As cookies são importantes para o correto funcionamento deste site e são usadas para melhorar a sua experiência. Clique em OK para as aceitar e avançar ou consulte a nossa política de privacidade para ver a descrição detalhada do tipo de cookies que usamos.

OK
pt
Newsletter
glossario

saber mais

Após a leitura, deixe que a criança manuseie o livro. Conversem sobre a história, comentem as ilustrações, façam perguntas e desenvolvam atividades que permitam prolongar o prazer da leitura e desenvolver aprendizagens e competências. Pode, por exemplo, convidar a criança a recontar a história, ou fazer perguntas do tipo “De que parte gostaste mais? Se fosses a personagem X, terias agido da mesma forma?”

Nota Final:
Faça da leitura de histórias um momento diário, de partilha, afetuoso e prazeroso. Disponibilize-se para ler repetidamente o mesmo livro, se a criança assim o desejar, mas não deixe de apresentar sugestões de leituras diversificadas, que apresentem novos temas ou situações e que alarguem o conhecimento da criança.

Antes de ler a história em voz alta, familiarize-se com o texto, pois se o conhecer terá mais segurança e à-vontade para dizer todas as frases sem hesitações e sem enganos, com entoação adequada à pontuação e aos estados de espírito das personagens. A familiaridade com o texto também lhe permitirá ter ideias sobre como pode fazer uma leitura interativa e decidir que ideias, questões e palavras podem ser objeto de conversa entre si e a criança, antes, durante e após a leitura.

Pré-Leitura:
Se a capa do livro tiver ilustrações particularmente ricas e diferentes, comece por explorá-las e pedir à criança para nomear os objetos e/ou personagens que vê e adivinhar o que se irá passar na história. Durante a leitura, mostre o livro à criança e utilize estratégias que captam o seu interesse e que otimizam a sua compreensão do texto.

  • Varie a entoação

Dê às frases a entoação que lhes daria se estivesse a falar, dizendo-as com naturalidade. A intenção comunicativa de cada frase deve poder ser claramente captada enquanto tal.

  • Varie o ritmo

Vá alterando a velocidade da leitura à medida dos requisitos do próprio texto (consoante os acontecimentos narrados) e faça pausas nos momentos apropriados (mais longas no final das frases), pois isso ajuda a perceber as ideias e as suas conexões.

  • Varie o volume

Destaque as palavras mais importantes, proferindo-as num tom mais elevado (para facilitar a apreensão das ideias-chave, que por sua vez garante a compreensão global do texto). Pode ainda mudar de volume de acordo com as emoções e sentimentos que as personagens expressam ao longo da história.

  • Varie o tom

As emoções e os sentimentos não se expressam apenas através do significado das palavras ou pelo volume da voz, mas também pela sua qualidade. Por vezes, o texto requer uma voz doce e suave; outras vezes tem de ser lido num tom ríspido, frio, para estar de acordo com o que é dito. Um tom suave pode comunicar afabilidade, tranquilidade, tristeza ou vergonha, por exemplo; um tom mais seco sugere desconfiança, agressividade, nervosismo, etc.

  • Faça comentários e perguntas

A compreensão oral do texto pelas crianças serve de suporte a aquisições linguísticas futuras. A sua atenção e o seu envolvimento ativo nos momentos de leitura permitem- lhes desenvolver a memória e alargar o conhecimento do vocabulário e do mundo. Ouvir ler e participar na leitura ativa conhecimentos prévios sobre o tema, desenvolve o raciocínio sobre a sequência das ações e as relações entre causas e efeitos, e convoca a inferência de ideias que não estão necessariamente explícitas no texto. Para trabalhar estes aspetos, pode fazer os seguintes tipos de comentários e perguntas:

  • O que será que ele vai fazer?
  • Tu tens uma bicicleta igual a esta!
  • Porque é que ...?
  • O que se passa aqui?
  • Também brincas com legos na tua escola?
  • Lembras-te de quando fomos ao jardim zoológico?
  • Que animais viste?
  • Porque será que ela foi tão má?
  • “Cintilante” quer dizer brilhante.

 


Referência Bibliográfica: Peha, S. (s/d). How do Expressive Readers Read?. http://www.ttms.org/say_about_a_book/how_do_expressive_ readers_read.htm. Sim, S. & Berthelsen D (2014) Shared book reading by parents with young children: Evidence-based practice. Australasian Journal of Early Childhood, 39(1), 50–55.

Sugestões para a leitura de Histórias

download

AUTORES

Luísa Araújo

NA

Sara de Almeida Leite

NA

Receba as nossas novidades e alertas

Acompanhe todas as novidades.
Subscrever