As cookies são importantes para o correto funcionamento deste site e são usadas para melhorar a sua experiência. Clique em OK para as aceitar e avançar ou consulte a nossa política de privacidade para ver a descrição detalhada do tipo de cookies que usamos.

OK
pt en
Newsletter
glossario

saber mais

Enquanto dormimos, o nosso cérebro faz um reforço de ligações entre neurónios que ajuda a tarefa de memorização, diz um estudo publicado no final de 2019. Dormir bem não serve apenas para preparar o dia seguinte. Serve também para aprender melhor o que se acabou de estudar.

Para os cientistas ainda não estão claras todas as funções do sono, mas já não é novidade que uma noite inteira de descanso, ou a falta dela, não apenas contribui para baixos níveis de produtividade, mas tem também efeitos a longo prazo na saúde cardiovascular e no rendimento cognitivo. São as funções restauradoras do sono que renovam a nossa capacidade de incorporar novas informações e, ao mesmo tempo, permitem a consolidação da memória de longo prazo, somando a nossa aprendizagem diária às nossas experiências anteriores. 

Mais de um século de pesquisa refere que o sono é essencial para o cérebro e que as nossas funções de sobrevivência dependem do sono e da sua qualidade1. Porém, as teorias iniciais sobre o sono não lhe atribuíam um papel ativo relativamente às memórias, pensando apenas que estas seriam protegidas da intrusão de estímulos interferentes para prevenir o esquecimento. Só nos últimos anos se reconheceu que as memórias passam por um processo de consolidação dependente do sono2.

De acordo com o artigo publicado na Science, no final de 2019, a memória é um produto da plasticidade cerebral, e o seu aprimoramento está relacionado com a modificação contínua de forças sinápticas para a qual dormir tem um enorme peso3.

O período de sono passa por diferentes ciclos e fases, e alguns deles são determinantes para a consolidação das memórias (Figura abaixo)4

Referências

1 Peigneux, P., Schmitz, R., Urbain, C., «Sleep and forgetting», em S. Della Sala (Ed.), Forgetting, Hove, Psychology Press, 2010, pp. 165-184.

2 Rasch, B., & Born, J., «About sleep’s role in memory», Physiological Reviews, 93(2), 2013, pp. 681-766.

3 Cirelli, C., & Tononi, G., «Linking the need to sleep with synaptic function», Science, 366 (6462), 2019, pp. 189-190.

4 Stickgold, R., «Sleep-dependent memory consolidation», Nature, 437(7063), 2005, pp. 1272-1278.

5 Crick, F., & Mitchison, G., «The function of dream sleep», Nature, 304(5922), 1983, pp. 111-114.

6 Peigneux, P., Laureys, S., Fuchs, S., Collette, F., Perrin, F., Reggers, J., et al., «Are spatial memories strengthened in the human hippocampus during slow wave sleep?», Neuron, 44(3), 2004, pp. 535-545.

7 Frankland, P. W., & Bontempi, B., «The organization of recent and remote memories», Nature Reviews Neuroscience, 6(2), 2005, pp. 119-130.

8 Ackermann, S., & Rasch, B., «Differential effects of Non-REM and REM sleep on memory consolidation?», Current Neurology and Neuroscience Reports, 14(2), 430, 2014, pp.1-10.

9 Hirshkowitz, M., Whiton, K., Albert, S. M., Alessi, C., Bruni, O., DonCarlos, L., … Adams Hillard, P. J., «National Sleep Foundation’s sleep time duration recommendations: methodology and results summary», Sleep Health, 1(1), 2015, pp. 40-43.

10 Matricciani, L. A., Olds, T. S., Blunden, S., Rigney, G., Williams, M. T., «Never enough sleep: a brief history of sleep recommendations for children», Pediatrics, 129(3), 2012, pp. 548-556.

11 Calhoun, S. L., Fernandez-Mendoza, J., Vgontzas, A. N., Liao, D., & Bixler, E. O., «Prevalence of insomnia symptoms in a general population sample of young children and preadolescents: gender effects», Sleep Medicine, 15(1), 2014, pp. 91-95.

12 Simola, P., Laitalainen, E., Liukkonen, K., Virkkula, P., Kirjavainen, T., Pitkäranta, A., & Aronen, E. T., «Sleep disturbances in a community sample from preschool to school age», Child: Care, Health and Development, 38(4), 2011, pp. 572-580.

13 LeBourgeois, M. K., Hale, L., Chang, A.-M., Akacem, L. D., Montgomery-Downs, H. E., & Buxton, O. M., «Digital Media and Sleep in Childhood and Adolescence», Pediatrics, 140(Supplement 2), 2017, S92–S96.

14 Loureiro, H., Pinto, H. R., & Paiva, T., «Adaptation and validation of children’s sleep habits questionnaire and sleep self-report for portuguese children – preliminary results», Sleep Medicine, 12, 2011, S88.

15 Beebe, D., «Cognitive, behavioral, and functional consequences of inadequate sleep in children and adolescents», Pediatric Clinics of North America, 58/3, 2011, pp. 649-665.

16 Paiva, T., & Rebelo-Pinto, H., «Clínica do sono da criança e do adolescente», em T. Paiva, M. Andersen, S. Tufik (Eds.), O Sono e a Medicina do Sono, São Paulo, Ed. Manole Ltda, 2014, pp. 599-624.

17 Orzeł-Gryglewska, J., «Consequences of sleep deprivation», International Journal of Occupational Medicine and Environmental Health, 23(1), 2010, pp. 95-114.

18 Chen, X., Beydoun, M. A., & Wang, Y., «Is Sleep Duration Associated With Childhood Obesity? A Systematic Review and Meta-analysis», Obesity, 16(2), 2008, pp. 265-274.

19 Cabral, T., Mota, N. B., Fraga, L., Copelli, M., McDaniel, M. A., & Ribeiro, S., «Post-class naps boost declarative learning in a naturalistic school setting», Npj Science of Learning, 3(1), 14, 2018, pp. 1-4.

AUTOR

Joana Rato é psicóloga da Educação desde 2003 e doutorada em Ciências da Saúde (na especialidade de Neuropsicologia) pelo Instituto de Ciências da Saúde da Universidade Católica Portuguesa (UCP) desde 2014. Actualmente trabalha no Centro de Investigação Interdisciplinar em Saúde (CIIS) da UCP e desenvolve o projecto Mente, Cérebro e Educação com a colaboração de professores de várias escolas. Em 2013, através do Alumni Award da James S. McDonnell Foundation, participou na 3rd Latin-American School for Educational, Cognitive and Neural Sciences e, em 2015, recebeu o Prémio de Mérito da Fundação D. Pedro IV. Os seus interesses de investigação passam pela Neuropsicologia aplicada à Educação com destaque para a avaliação neuropsicológica de crianças e adolescentes. É co-autora do livro “Quando o cérebro do seu filho vai à escola”.

Receba as nossas novidades e alertas

Acompanhe todas as novidades.
Subscrever