As cookies são importantes para o correto funcionamento deste site e são usadas para melhorar a sua experiência. Clique em OK para as aceitar e avançar ou consulte a nossa política de privacidade para ver a descrição detalhada do tipo de cookies que usamos.

OK
pt en
Newsletter
Jorge Sinval

Jorge Sinval é um psicometrista que trabalha como professor assistente convidado no ISPA - Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida, e na ISCTE Business School do ISCTE - Instituto Universitário de Lisboa. Ensina análise estatística, psicometria, desenho de investigação e análise de dados nos diferentes ciclos de estudos (licenciatura, mestrado e doutoramento). É investigador de pós-doutoramento na Business Research Unit (ISCTE-IUL) e no William James Center for Research (ISPA). Tem duplo doutoramento pela Universidade de São Paulo (Doutor em Ciência) e pela Universidade do Porto (Doutor em Psicologia).

Obteve o seu mestrado em psicologia (com especialização em psicologia do trabalho e das organizações) pela Universidade Católica Portuguesa. A sua licenciatura em psicologia foi conseguida na Universidade Católica Portuguesa. Atualmente está matriculado no segundo ano do mestrado em epidemiologia na Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa. Os seus interesses de investigação incluem psicometria, psicologia organizacional, epidemiologia e estudos internacionais em larga escala (por exemplo, TIMSS, PISA e PIRLS). Sendo autor Cochrane, também se interessa muito por saúde ocupacional, estando a desenvolver com uma equipa internacional de coautores uma revisão sistemática sobre as intervenções para melhorar o recovery do trabalho. Está particularmente interessado em duas técnicas estatísticas: análise de equações estruturais Bayesianas e Meta-Análise em Rede; usando R como a sua linguagem de programação estatística preferida. Colabora em vários projetos. Sendo um deles, o consórcio Burnout Assessment Tool (BAT), onde pertence à equipa portuguesa responsável pela sua adaptação a Portugal.

saber mais
Alunos portugueses em sétimo lugar na avaliação do PISA sobre literacia financeira
Estatísticas 01.06.2020 Tempo de leitura: 9 min

Alunos portugueses em sétimo lugar na avaliação do PISA sobre literacia financeira

Em maio de 2020, num contexto dominado pela pandemia do COVID-19, foram publicados os resultados da avaliação em literacia financeira do PISA 2018. Na sua primeira participação, os alunos portugueses de 15 anos igualaram a média da OCDE. Estarão os nossos jovens preparados para lidar com uma nova crise financeira?


relacionados

Receba as nossas novidades e alertas

Acompanhe todas as novidades.
Subscrever